Álcool gel, eficácia além da pandemia

Seis passos para manter a pele ao redor de seu estoma saudável
9 de setembro de 2021
Cuidados necessários com a traqueostomia em tempos de Covid-19
23 de setembro de 2021
Álcool gel, eficácia além da pandemia

Infecções como gripe convencional, viroses respiratórias, diarreia, H1NI, gastroenterite, Covid-19 entre outras, podem ser evitadas apenas com a higiene das mãos e o uso do álcool gel.

O ambiente hospitalar facilita a transmissão dessas doenças. Itens como telefones, maçanetas, moedas, cadeiras são compartilhados a todo momento. Lavar as mãos com água e sabão por 15 segundos é uma das medidas mais eficazes no combate dessas infecções.

 

O uso do álcool em gel nos ambientes hospitalares

Além disso, o uso do álcool em gel ajuda os ambientes hospitalares a combaterem germes, vírus, fungos, parasitas e bactérias e várias doenças, inclusive o Coronavírus.

O álcool em gel é uma solução sanitizante para ser usada nas mãos. Ele é feito com água, 70% de álcool etílico e emulsificantes e pode matar 99,9% dos germes encontrados nas mãos.

Nos ambientes hospitalares, o álcool gel pode ser usado para desinfetar superfícies de uso comum e coletivo como: maçaneta de portas, teclados, mouses, balcões, botões de elevador, cadeiras, banheiro e mesas. Além disso, ele pode ser inserido em dispenser para higienização das mãos de colaboradores e pacientes.

 

Eficácia do álcool em gel

De acordo com os especialistas, o álcool em gel age na pele desnaturando as camadas de proteínas e lipídicas rapidamente. Isso ajuda a formar as membranas que protegem dos germes.

Entre outras palavras, o álcool em faz o serviço de derreter a estrutura dos microorganismos como ovos de parasitas, fungos, bactérias, vírus e os mata. Isso não permite que esses corpos entrem no núcleo das células, o que evita a infecção.

Para que isso aconteça, é fundamental que a solução alcoólica se mantenha na concentração de 70% de etanol.

Soluções alcoólicas que possuem concentração acima de 80% evaporam rapidamente e não permitem que as camadas que protegem os germes se desfaçam. Já as soluções menores que 60% não tem a mesma eficiência no combate.

Por isso, a Anvisa recomenda que o padrão de mercado para concentração do álcool em gel no Brasil seja de 70%. Para os colaboradores que trabalham nos ambientes hospitalares, o órgão solicita que o uso da solução seja feita com frequência entre trocas de luvas, atendimentos e após lavar as mãos.

 

Solução antisséptica Purell Surgical Scrub

O álcool em gel Purell Surgical Scrub da Tecno 4 é indicado para ambientes hospitalares, principalmente na preparação pré-cirúrgica de mãos e antebraços.

Ele é composto por 70% de álcool etílico e 5% de isopropílico, além de vitaminas, emolientes, hidrantes que ajudam a potencializar a ação.

A solução protege os usuários e evita o risco de contaminação em massa de várias doenças, inclusive do Covid-19.

Por isso, que o uso da solução antisséptica nos ambientes hospitalares se torna obrigatória, pois ele é capaz de eliminar 99,9% dos corpos infecciosos em apenas 30 segundos.

É importante que as instituições observem constantemente as recomendações das entidades de vigilância sanitária e saúde como a Anvisa e a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Quer saber sobre o álcool em gel Purell Surical Scrub? Fale com nossos consultores.

Chamar Agora!
Fale no Whatsapp
Olá!
Realize seu orçamento via Whatsapp!