Covid-19: como encerrar 2020 de forma segura

Como realizar o descarte correto de máscaras
16 de dezembro de 2020
Leia uma gasometria em 10 segundos!
19 de fevereiro de 2021
O governo de São Paulo anunciou no início de terça-feira (22) que todo o estado paulista vai voltar para a fase mais firme do lockdown, a fase vermelha.
Essas medidas serão específicas entre os dias 25 e 27 de dezembro e dias 1 e 3 de janeiro. Nessas datas funcionarão somente os serviços essenciais e todo o resto do comércio e demais atividades estarão fechados.
Nos outros dias fora do período de natal e ano novo o estado segue na fase amarela do Plano SP, com exceção de Presidente Prudente, no interior, que ultrapassou 80% da lotação de UTIs e ficará na fase vermelha até o anúncio de uma reclassificação.
Com festas de fim de ano e as férias de verão no Hemisfério Sul chegando, os brasileiros têm uma grande dúvida envolvendo a Covid-19: é seguro reunir família e amigos? E viajar?
Os especialistas alertam: o coronavírus continua se espalhando e a manutenção dos cuidados será decisiva para evitar o aumento no ritmo de transmissão e de mortes.
“É importante ter consciência de que todas as pessoas são responsáveis pelo controle da doença. Antes de organizar uma reunião familiar, por exemplo, é preciso fazer ponderações sobre como cada um está se cuidando”, afirma Moacyr Silva Silva Junior, médico infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.
Reuniões de família e amigos
Encontros pessoais que reúnem amigos ou parentes menos próximos — incluindo quem mora em outras residências ou cidades — aumentam o risco de disseminação do Sars-CoV-2. Nessas situações, observe os observe os pontos abaixo:
  • Não devem participar dos encontros de fim de ano: pessoas diagnosticadas com Covid-19 ou com sintomas da doença e indivíduos que aguardam os resultados ou que tiveram contato com alguém infectado nos 14 dias antes do encontro. Quem não aderiu de forma consistente às medidas de prevenção (distanciamento físico, uso de máscara contínuo, lavagem de mãos) representa maior risco do que aqueles que seguiram as medidas de segurança.
  • Níveis elevados ou crescentes de casos de Covid-19 em determinadas comunidades, regiões, aumentam o risco de infecção. É importante que, antes de realizar um encontro, familiares considerem o número de casos em seus bairros, cidades e locais de procedência dos visitantes. Essas informações podem ser encontradas em sites das secretarias de saúde.
  • Evite viagens de avião, ônibus e outros meios coletivos. Se não for possível, redobre os cuidados em aeroportos, rodoviárias e afins.
  • Reuniões em locais fechados, com pouca circulação de ar (ventilação) representam maior risco que do que encontros ao ar livre.
  • Dê preferência a reuniões curtas e mantenha o distanciamento físico. Estar a menos de 2 metros de alguém com Covid-19 por um total de 15 minutos aumenta o risco de adoecimento, mesmo entre sujeitos assintomáticos.
 Alimentos e bebidas
É possível que uma pessoa pegue o novo coronavírus tocando objetos contaminados (alimentos, embalagens e utensílios de cozinha contaminados) e, em seguida, colocando mão em nariz, boca ou olhos. Por isso siga as seguintes regras:
  • Incentive os convidados a trazer suas próprias comidas e bebidas.
  • Use máscara ao preparar e servir as pessoas.
  • Limite o número de convidados que entram e saem dos locais onde as refeições são preparadas.
  • Todos os participantes devem retirar a máscara somente quando forem comer e beber.
  • Limite a aglomeração em áreas onde a comida é servida. Evite buffets lotados e estações de bebidas.
Passar a noite fora ou hospedar familiares
Antes de dormir fora ou hospedar alguém, verifique se todos os cuidados preventivos foram tomados ao longo do tempo e como serão os cuidados caso alguém adoeça. Além disso, certos cuidados diminuem os riscos de contágio:
  • Lave as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos, especialmente na chegada.
  • Use máscaras enquanto estiver dentro de casa. Elas podem ser removidas para comer, beber e dormir, mas membros de diferentes famílias devem ficar a pelo menos dois metros de distância uns dos outros o tempo todo.
  • Melhore a ventilação abrindo janelas e portas ou colocando ar e aquecimento centrais em circulação contínua.
  • Valorize o ar livre para as interações.
  • Evite cantar ou gritar, especialmente em ambientes fechados.
  • Trate os animais de estimação como faria com outros membros da família humana. Não os deixe interagir com pessoas fora da casa.
  • Monitore anfitriões e convidados quanto a sintomas de Covid-19.
  • Os anfitriões e convidados devem ter um plano sobre o que fazer se alguém adoecer.
O que vai fechar na fase vermelha?
– Shoppings, comércio e galerias não podem abrir;
– O consumo em bares e restaurantes é proibido;
– Salões de beleza e barbearias não podem funcionar;
– Eventos, convenções e atividades culturais estão suspensos;
– Atividades que geram aglomeração estão proibidos;
– Academias de esportes e centros de ginástica ficarão fechados.
O que abre na fase vermelha?
– Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e estabelecimentos de saúde animal;
– Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local;
– Bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru). Válido também para estabelecimentos em postos de combustíveis;
– Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção;
– Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos;
– Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais;
– Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;
– Construção civil e indústria: sem restrições.
Fontes: https://www.istoedinheiro.com.br/sao-paulo-vai-voltar-para-a-fase-vermelha-do-lockdown-contra-a-covid/
/ https://saude.abril.com.br/familia/covid-19-como-celebrar-festas-de-fim-de-ano-e-as-ferias-de-forma-segura/