Gestão Hospitalar: Como classificar produtos hospitalares

Como funciona higienização e esterilização de materiais hospitalares canulados
16 de dezembro de 2021
Cuidados de enfermagem em pacientes com traqueostomia
7 de janeiro de 2022

O setor de saúde com clínicas, hospitais e laboratórios têm dificuldade em gerenciar e classificar os produtos hospitalares de forma eficiente. Com isso, o gasto com estoque pode ficar excessivo.

Como o uso dos produtos e equipamentos são elevados, é fundamental manter o controle deles para otimizar o tempo de trabalho e evitar que a instituição fique sem realizar um atendimento por conta de falta de produto.

Todas essas instituições de saúde precisam lidar com o aumento da demanda de pacientes, custos crescentes e falta de pessoal. Por isso, a classificação dos produtos hospitais é essencial para gestão hospitalar.

Tipos de produtos hospitalares

Para classificar os produtos hospitalares, é importante entender o significado de tecnovigilância. Ela é um sistema que monitora os eventos adversos e reclamações técnicas de produtos hospitalares e equipamentos.

Sua principal função na gestão hospitalar é manter a garantia que as medidas de segurança sanitária foram tomadas e estão sendo usadas para promover e proteger a saúde dos pacientes e dos profissionais de saúde.

Para isso, investigações, análises e estudos sobre a performance dos produtos hospitalares são avaliados e enviados para ANVISA.

De acordo com a tecnovigilância, os produtos hospitalares são classificados da seguinte forma:

Produtos hospitalares para diagnosticar uso “in-vitro”

Esses produtos são encontrados em laboratórios de diagnóstico e clínicas médicas. Eles são destinados para analisar materiais biológicos, genes, urina e sangue. Os principais são:

  1. Sistemas microbiológicos
  2. Analisadores de urinálise e eletrólitos
  3. Testes de hematologia
  4. Realização de teste de drogas e químicos
  5. Contadores diferenciais
  6. Suprimentos para coleta de sangue
  7. Analisadores de gases sanguíneos e de coagulação

Produtos de Diagnóstico

Esses produtos são encontrados em prontos-socorros, pediatria, atendimento ambulatorial para ajudar os profissionais de saúde a observarem diversos aspectos do paciente e formar um diagnóstico. Confira os principais:

  • Termômetros
  • Eletrocardiógrafos
  • Oftalmoscópios
  • Esfigmomanômetros
  • Otoscopes

Produtos Implantáveis

Produtos médicos que podem implantados em pacientes para melhorar sua estrutura biológica. São eles:

  1. Placas e hastes usados para reparar fraturas traumáticas
  1. Pinos
  2. Discos espinhais artificiais e parafusos de metal
  3. Quadris e joelhos artificiais
  4. Stents coronários
  5. Desfibriladores cardioversores implantáveis
  6. Marcapassos cardíacos

Produtos de Apoio Médico-Hospitalar

São produtos que tratam uma condição específica como máquinas cirúrgicas, lasers méficos, bombas de infusão, entre outros.

Produtos descartáveis

São produtos hospitalares com uso único ou temporário. Os mais comuns são: esponjas cirúrgicas, cateteres de sucção, luvas, máscaras faciais, aventais de exame, bandagens, aplicadores, testes de drogas, seringas e agulhas hipodérmicas.

A principal razão desses produtos serem descartáveis é controlar a infecção hospitalar.

Produtos de terapia

Esses produtos são utilizados para oferecer benefícios terapêuticos para certas doenças ou condições. Eles precisam, necessariamente, de uma prescrição médica. Confira alguns produtos de terapia:

  1. Ventiladores concentradores de oxigênio
  2. Tanques de oxigênio estacionários ou portáteis
  3. Máquinas de hemodiálise
  4. Levantamentos de Pacientes
  5. Nebulizadores
  6. Bombas de insulina
  7. Colchões de pressão
  8. Equipamento de tração
  9. auxiliar de mobilidade)
  10. Andadores, muletas, bengalas (ou qualquer tipo semelhante de equipamento
  11. Leitos hospitalares
  12. Cadeiras de rodas

 

Como classificar os produtos hospitalares

Para manter uma gestão hospitalar eficiente, é fundamental controlar o estoque dos produtos hospitalares. Para isso, você classificar os produtos hospitalares, conforme os dados abaixo:

  • Número de identificação único
  • Descrição precisa
  • Localização / armazenamento do item
  • Modelo e número de série
  • Fabricante do equipamento
  • Departamento que será destinado os produtos.

A gestão hospitalar passa diretamente pela classificação dos produtos hospitalares. Gostou do conteúdo? Clique aqui e fale conosco.